Oficina de Danças Regionais e Tradicionais

NOME DO SERVIÇO, PROGRAMA, PROJETO E BENEFÍCIO SOCIOASSISTENCIAL:

 

FAM ARTE, CULTURA e RECREAÇÃO

 

OBJETIVO (S):

 

 

– Manter e difundir a cultura na comunidade São Miguel e adjacência, dando a esta, tão marcada pela violência, mais destaque e visibilidade de forma positiva;

– Aproximar as crianças, em situação de vulnerabilidade social da comunidade São Miguel, da cultura tradicional popular tais como: quadrilha junina, pastoril, danças regionais e brincadeiras de criança;

– Aproximar nosso publico alvo de outras crianças e adolescentes através de suas expressões artísticas;

– Atividades recreativas.

 

PÚBLICO-ALVO:

 

Crianças e adolescentes da comunidade São Miguel

 

ABRANGÊNCIA TERRITORIAL:

 

Comunidade São Miguel e adjacência

 

 

RECURSOS HUMANOS ENVOLVIDOS: Informar o número de profissionais, a função e o vínculo empregatício.

 

– Figurinista, Coreógrafo e Cenógrafo (Serviço Eventual – Convênio – Editais);

– Educador físico (Programa Segundo Tempo)

– Educador social (Voluntário)

 

 

RECURSOS FINANCEIROS QUE FORAM UTILIZADOS:

Recursos provenientes da participação de editais da Secretaria de Cultura (Festejos Junino 2015) e do programa Segundo Tempo (uma parceria com a Secretaria do Esporte do Estado do Ceará).

 

ATIVIDADES REALIZADAS:

 

  • Oficina de Danças Regionais e tradicionais (Quadrilha Junina e Pastoril).
  • Oficina de Recreação.

 

METAS PROGRAMADAS:

 

50 crianças/adolescentes

 

METAS EXECUTADAS:

 

50 crianças/adolescentes

FORMA DE PARTICIPAÇÃO DOS USUÁRIOS: A entidade deve descrever quais foram as estratégias utilizadas para favorecer a participação dos usuários, como no relatório de atividades deve conter como se deu a forma de participação dos usuários em todas as etapas do plano, como lista de frequência, fotografias, vídeos, relatório de planejamento ou reuniões em que constem a participação dos usuários.

 

O projeto consistiu na vivência das danças folclóricas e para folclóricas com a participação de crianças e adolescentes da comunidade São Miguel, ocorrendo sempre nas segundas, quartas e sexta no horário de 18h às 20h. Ações, estas, que culminaram na efetivação de um grupo junino composto por 18 pares e um marcador e ainda um grupo de tradições natalinas composto por 40 pessoas.

 

As oficinas foram desenvolvidas com base na valorização do conhecimento prévio e do interesse dos participantes pela cultura presente na própria comunidade e ainda buscando a inserção destes no contexto cultural nordestino. Nesse sentido, as atividades tiveram caráter prático o que exigiu do oficineiro uma profunda abertura ao diálogo e ao envolvimento.

 

As crianças e adolescentes puderam apresentar seu trabalho para outras comunidades, e com isto vivenciar outras realidades. O grupo junino apresentou-se 22 vezes na cidade de Fortaleza e região metropolitana nos meses de junho e julho. Já o grupo de tradições natalinas mostrou seu expetáculo durante o mês de dezembro, participando do ciclo natalino da nossa capital.

 

 

RESULTADOS ALCANÇADOS:

 

 

Efetivação do grupo Cultural com apresentações, em vários bairros de Fortaleza, da quadrilha junina e do Pastoril (incluindo a lapinha viva).

 

 

DIFICULDADES ENCONTRADAS:

 

Os responsáveis perceberem que embora as oficinas sejam dinâmicas e divertidas, a atividade vai além de uma brincadeira de criança e um exercício e cidadania e respeito às diferenças e ao tempo de aprendizado próprio de cada um.

 

PROPOSTA PARA SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES:

 

Inclusão da presença dos pais e responsáveis no desenvolvimento das oficinas.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.