FAM CIDADÃ

NOME DO SERVIÇO, PROGRAMA, PROJETO E BENEFÍCIO SOCIOASSISTENCIAL:   FAM CIDADÃ  
OBJETIVO (S):   Promover a integração social e fortalecer vínculos sociais e familiares.  
PÚBLICO-ALVO:   Pais e responsáveis dos beneficiários da instituição além de adolescentes e adultos da comunidade São Miguel e adjacência.  
ABRANGÊNCIA TERRITORIAL:   Comunidade São Miguel e adjacência  
RECURSOS HUMANOS ENVOLVIDOS: Informar o número de profissionais, a função e o vínculo empregatício.   Dois profissionais envolvidos: - Palestrante (voluntário); - Agente de inserção (voluntário).  
RECURSOS FINANCEIROS QUE FORAM UTILIZADOS: Descrever os recursos financeiros, especificando a origem do (s) recurso (s), o valor que foi utilizado e os gastos.   Recursos proveniente de atividades da própria instituição (bingo/bazar) e com a ação de voluntários.  
ATIVIDADES REALIZADAS:   - Palestras temáticas; -Visitas domiciliares e atendimentos individuais;  
METAS PROGRAMADAS:   30 pessoas (por palestra)   METAS EXECUTADAS:   30 pessoas (por palestra)
FORMA DE PARTICIPAÇÃO DOS USUÁRIOS: A entidade deve descrever quais foram as estratégias utilizadas para favorecer a participação dos usuários, como no relatório de atividades deve conter como se deu a forma de participação dos usuários em todas as etapas do plano, como lista de frequência, fotografias, vídeos, relatório de planejamento ou reuniões em que constem a participação dos usuários.   O projeto FAM CIDADÃ foi desenvolvido com  foco no fortalecimento de Vínculos familiares e sociais, valorizando a relação entre a instituição, os beneficiários do projeto e suas famílias reforçando os direitos destes na comunidade e na sociedade como um todo.   No projeto em questão foram desenvolvidas: palestras, visitas domiciliares e atendimentos individuais.   O atendimento individual consistiu no contato individual com a família e/ou membro desta, acontecendo em data e horário agendado na própria instituição. Teve como objetivo conhecer a dinâmica familiar e demanda apresentada; Identificar as situações de vulnerabilidade; Verificar se é possível a inserção de um dos membros da família em projetos e oficinas oferecidos pela instituição. Ocorrendo por demanda, sempre que a família tem necessidade de dialogar com a instituição ou vice-versa.   A visita domiciliar visou compreender a realidade do grupo familiar, suas demandas e necessidades, recursos e vulnerabilidades, fortalecer os vínculos familiares e comunitários, fortalecer o vínculo da família com a instituição, avaliar mudanças ocorridas a partir de sua participação no projeto.   As palestras foram desenvolvidas com a família dos beneficiários e ocorrerão nos meses de Maio, Julho , Setembro e Novembro abordando os seguintes temas: drogadição, trabalho infantil, violência infantil, Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.    
RESULTADOS ALCANÇADOS:   Com este projeto conseguimos promover a interação social, fortalecer vínculo familiar, principalmente entre pais e filhos, e realizar trocas de cultura e vivências através de uma série de atividades lúdicas de orientação a cerca do desenvolvimento de sociabilidades e prevenção de situações de risco social. Realizamos rodas de conversas, dinâmicas de motivação e atividades para melhorar a auto estima.    
DIFICULDADES ENCONTRADAS:   Frequência nas atividades (assiduidade).  
PROPOSTA PARA SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES:   Conscientização e dinamicidade das atividades.  

Projeto Descobrindo um novo mundo

NOME DO SERVIÇO, PROGRAMA, PROJETO E BENEFÍCIO SOCIOASSISTENCIAL:   Projeto Descobrindo um novo mundo
OBJETIVO (S):   Desenvolver o letramento para jovens, adultos e idosos de caráter interdisciplinar.
PÚBLICO-ALVO:   Jovens, adultos e idosos da comunidade São Miguel e adjacência.
ABRANGÊNCIA TERRITORIAL:   Comunidade São Miguel e adjacência
RECURSOS HUMANOS ENVOLVIDOS: Informar o número de profissionais, a função e o vínculo empregatício.   - Facilitador (parceria com programa SESC LER)
RECURSOS FINANCEIROS QUE FORAM UTILIZADOS: Descrever os recursos financeiros, especificando a origem do (s) recurso (s), o valor que foi utilizado e os gastos.   Recursos provenientes de parceria com o SESC CE (através do programa SESC LER).  
ATIVIDADES REALIZADAS:  
  • Oficina de letramento diariamente no turno da noite.
 
METAS PROGRAMADAS:   20 pessoas METAS EXECUTADAS:   20 pessoas
FORMA DE PARTICIPAÇÃO DOS USUÁRIOS: A entidade deve descrever quais foram as estratégias utilizadas para favorecer a participação dos usuários, como no relatório de atividades deve conter como se deu a forma de participação dos usuários em todas as etapas do plano, como lista de frequência, fotografias, vídeos, relatório de planejamento ou reuniões em que constem a participação dos usuários.   O Projeto Descobrindo um novo mundo, uma parceria com o Programa SESC LER (SESC), consistiu no atendimento integrado de jovens, adultos e idosos não escolarizados, da comunidade São Miguel e adjacência. Ele ocorreu de segunda à sexta no turno da noite (18h às 21h) trazendo para os beneficiários o conceito abrangente de alfabetização. O projeto não apenas ensinou a ler, mas mostrou a importância da leitura e da escrita no cotidiano de cada um, integrando cultura, lazer e estimulando a ação comunitária, o desenvolvimento cultural e a cidadania.   A permanência mínima no projeto é de 01 ano (com possibilidade de extensão, seguindo o ritmo de cada um).  
RESULTADOS ALCANÇADOS:   Constate prática de diálogo entre educador e educandos, refletindo não somente a leitura e a escrita mas também as experiências de cada um através do desenvolvimento de atividades práticas. De forma que o aprendizado torna-se prazeroso conforme relato dos participantes.  
DIFICULDADES ENCONTRADAS:   Faltas frequentes.
PROPOSTA PARA SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES:   Conscientização da importância da presença de cada um para o objetivo e permanência do mesmo na comunidade.

FAM Aprendiz

NOME DO SERVIÇO, PROGRAMA, PROJETO E BENEFÍCIO SOCIOASSISTENCIAL:   FAM Aprendiz
OBJETIVO (S):   Realizar a inclusão sócio digital adolescentes e jovens.
PÚBLICO-ALVO:   Adolescentes e jovens da comunidade São Miguel e adjacência.
ABRANGÊNCIA TERRITORIAL:   Comunidade São Miguel e adjacência
RECURSOS HUMANOS ENVOLVIDOS: Informar o número de profissionais, a função e o vínculo empregatício.   - Facilitador de oficinas (Parceria com empresa ASA SUL Fábrica);  
RECURSOS FINANCEIROS QUE FORAM UTILIZADOS: Descrever os recursos financeiros, especificando a origem do (s) recurso (s), o valor que foi utilizado e os gastos.   Recursos provenientes de parceria com a empresa ASA SUL Fábrica.
ATIVIDADES REALIZADAS:  
  • Oficina de Inclusão sócio digital com inserção no mercado de trabalho como aprendiz para adolescentes e jovens entre 15 e 22 anos.
 
METAS PROGRAMADAS:   20 pessoas METAS EXECUTADAS:   20 pessoas
FORMA DE PARTICIPAÇÃO DOS USUÁRIOS: A entidade deve descrever quais foram as estratégias utilizadas para favorecer a participação dos usuários, como no relatório de atividades deve conter como se deu a forma de participação dos usuários em todas as etapas do plano, como lista de frequência, fotografias, vídeos, relatório de planejamento ou reuniões em que constem a participação dos usuários.   O Programa  FAM aprendiz desenvolveu ações de qualificação que foram ministradas em dois (02) módulos: Básico (Comunicação Oral e escrita, Educação para o trabalho, Formação Cidadã) e Específico (Auxiliar de técnico de Informática). Juntamente com a capacitação o educando teve a oportunidade de vivenciar o aprendizado em empresas da área como aprendiz (conforme lei 10.097\00) vivenciando situações reais de trabalho relativo ao cargo para o qual foi contratado, complementando a aprendizagem teórica obtida.   A carga horária do programa  é de 1.536 horas/aulas (cada curso) sendo 512 horas\aula teórica (na instituição) e 1024 (horas\aula prática (na empresa contratante), além de palestras temáticas (motivação, economia solidária e empreendedorismo).   Em 2015, mantivemos a parceria firmada com a empresa Asa SUL Fábrica, localizada no Centro de Fortaleza, e desta forma os aprendizes tiveram acesso, durante o ano, as ações especificadas acima. Eles desempenharam suas funções na empresa nos dias de segunda, terça, quinta e sexta. E na instituição nas quartas-feiras. O projeto ocorreu no contra-turno escolar e incentivou a permanência, dos participantes, na escola regular.  
RESULTADOS ALCANÇADOS:   Participação ativa nas oficinas e permanência no mercado de trabalho de 80% dos participantes (que completaram 18 anos e estavam inseridos no projeto).
DIFICULDADES ENCONTRADAS: Nenhuma dificuldade.
PROPOSTA PARA SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES: Não se aplica.  

Oficina de Danças Regionais e Tradicionais

NOME DO SERVIÇO, PROGRAMA, PROJETO E BENEFÍCIO SOCIOASSISTENCIAL:   FAM ARTE, CULTURA e RECREAÇÃO  
OBJETIVO (S):     - Manter e difundir a cultura na comunidade São Miguel e adjacência, dando a esta, tão marcada pela violência, mais destaque e visibilidade de forma positiva; - Aproximar as crianças, em situação de vulnerabilidade social da comunidade São Miguel, da cultura tradicional popular tais como: quadrilha junina, pastoril, danças regionais e brincadeiras de criança; - Aproximar nosso publico alvo de outras crianças e adolescentes através de suas expressões artísticas; - Atividades recreativas.  
PÚBLICO-ALVO:   Crianças e adolescentes da comunidade São Miguel  
ABRANGÊNCIA TERRITORIAL:   Comunidade São Miguel e adjacência    
RECURSOS HUMANOS ENVOLVIDOS: Informar o número de profissionais, a função e o vínculo empregatício.   - Figurinista, Coreógrafo e Cenógrafo (Serviço Eventual – Convênio – Editais); - Educador físico (Programa Segundo Tempo) - Educador social (Voluntário)    
RECURSOS FINANCEIROS QUE FORAM UTILIZADOS: Recursos provenientes da participação de editais da Secretaria de Cultura (Festejos Junino 2015) e do programa Segundo Tempo (uma parceria com a Secretaria do Esporte do Estado do Ceará).  
ATIVIDADES REALIZADAS:  
  • Oficina de Danças Regionais e tradicionais (Quadrilha Junina e Pastoril).
  • Oficina de Recreação.
 
METAS PROGRAMADAS:   50 crianças/adolescentes   METAS EXECUTADAS:   50 crianças/adolescentes
FORMA DE PARTICIPAÇÃO DOS USUÁRIOS: A entidade deve descrever quais foram as estratégias utilizadas para favorecer a participação dos usuários, como no relatório de atividades deve conter como se deu a forma de participação dos usuários em todas as etapas do plano, como lista de frequência, fotografias, vídeos, relatório de planejamento ou reuniões em que constem a participação dos usuários.   O projeto consistiu na vivência das danças folclóricas e para folclóricas com a participação de crianças e adolescentes da comunidade São Miguel, ocorrendo sempre nas segundas, quartas e sexta no horário de 18h às 20h. Ações, estas, que culminaram na efetivação de um grupo junino composto por 18 pares e um marcador e ainda um grupo de tradições natalinas composto por 40 pessoas.   As oficinas foram desenvolvidas com base na valorização do conhecimento prévio e do interesse dos participantes pela cultura presente na própria comunidade e ainda buscando a inserção destes no contexto cultural nordestino. Nesse sentido, as atividades tiveram caráter prático o que exigiu do oficineiro uma profunda abertura ao diálogo e ao envolvimento.   As crianças e adolescentes puderam apresentar seu trabalho para outras comunidades, e com isto vivenciar outras realidades. O grupo junino apresentou-se 22 vezes na cidade de Fortaleza e região metropolitana nos meses de junho e julho. Já o grupo de tradições natalinas mostrou seu expetáculo durante o mês de dezembro, participando do ciclo natalino da nossa capital.    
RESULTADOS ALCANÇADOS:     Efetivação do grupo Cultural com apresentações, em vários bairros de Fortaleza, da quadrilha junina e do Pastoril (incluindo a lapinha viva).    
DIFICULDADES ENCONTRADAS:   Os responsáveis perceberem que embora as oficinas sejam dinâmicas e divertidas, a atividade vai além de uma brincadeira de criança e um exercício e cidadania e respeito às diferenças e ao tempo de aprendizado próprio de cada um.  
PROPOSTA PARA SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES:   Inclusão da presença dos pais e responsáveis no desenvolvimento das oficinas.  

Oficina de Desenvolvimento(16hrs por semana)

NOME DO SERVIÇO, PROGRAMA, PROJETO E BENEFÍCIO SOCIOASSISTENCIAL:   Garotada Ativa é Garotada Feliz (Serviço de Proteção Social Básica)
OBJETIVO (S):   Criar as condições para o atendimento diário e continuado de crianças, adolescentes e suas famílias, que vivem em situação de vulnerabilidade social, a fim de favorecer novas oportunidades de convivência familiar, comunitária e de desenvolvimento pessoal e social, possibilitando acessos a experiências e manifestações artísticas, culturais e de lazer.  
PÚBLICO-ALVO:   Crianças e adolescentes da comunidade São Miguel  
ABRANGÊNCIA TERRITORIAL:   Comunidade São Miguel e adjacência  
RECURSOS HUMANOS ENVOLVIDOS: Informar o número de profissionais, a função e o vínculo empregatício.   - Palestrante (serviço eventual – STDS); - Um oficineiro de Desenvolvimento Pessoal (serviço eventual – STDS); - Um oficineiro de Capoeira (serviço eventual – STDS).    
RECURSOS FINANCEIROS QUE FORAM UTILIZADOS: Descrever os recursos financeiros, especificando a origem do (s) recurso (s), o valor que foi utilizado e os gastos.   Recursos proveniente do termo de convênio 02/2015 com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado do Ceará (STDS)  
ATIVIDADES REALIZADAS:    
  • Oficina de Capoeira: Foi desenvolvido um espaço de atividade corporal ricamente preenchido por elementos culturais que teve como objetivo fazer com que os assistidos:
ü  Adquirissem maior consciência, disciplina e habilidades corporais; ü  Conhecessem a história da capoeira, sua origem; ü  Aprendessem movimentos e organização típicos da roda de capoeira; ü  Aprendessem canções e ritmos típicos.    
  • Oficina de desenvolvimento pessoal: tem como objetivo garantir um espaço de informação e reflexão de temáticas importantes para as crianças e os adolescentes.  Serão desenvolvidas dinâmicas de grupo e recursos variados como vídeos, exposições participadas, leitura de textos, dentre outros. Trabalharemos questões sobre drogas, sexualidade, inclusão e respeito às diferenças.
     
METAS PROGRAMADAS:   90 crianças/adolescentes METAS EXECUTADAS:   90 crianças/adolescentes  
FORMA DE PARTICIPAÇÃO DOS USUÁRIOS: A entidade deve descrever quais foram as estratégias utilizadas para favorecer a participação dos usuários, como no relatório de atividades deve conter como se deu a forma de participação dos usuários em todas as etapas do plano, como lista de frequência, fotografias, vídeos, relatório de planejamento ou reuniões em que constem a participação dos usuários.   O projeto foi realizado com base em uma metodologia participativa, eficiente e que acima de tudo coerente com os objetivos do projeto, a missão da entidade e com os valores da comunidade. Utilizamos recursos como linguagens lúdicas, com vistas a uma melhor qualidade nas ações, bem como vídeos e jogos.   Semanalmente foram desenvolvidas as seguintes oficinas:   ·         Oficina de Capoeira (16h por semana); ·         Oficina de desenvolvimento(16 horas por semana);   Quanto a meta proposta cumprimos 100%, atendendo 45 crianças no turno da manhã e 45 crianças no turno da tarde, com as atividades relacionadas acima.   Quanto às famílias, observamos que estas reconhecem a instituição e as atividades realizadas em convênio com esta secretaria uma oportunidade de trabalhar em grupo e de reconhecer-se enquanto agente ativo na própria comunidade.   Houve um aumento gradativo da participação dos responsáveis pelas crianças e adolescentes, público alvo deste projeto, nas palestras promovidas pela instituição.   Na palestra com os usuários foi desenvolvido os seguintes temas: Marginalidade Infanto Juvenil, Trabalho Infantil, Drogadição e prostituição. Estas palestras ocorreram nos meses de Agosto, Outubro e dezembro de 2015.   Verificou assiduidade tanto no projeto quanto na escola formal, reduziu-se, desta forma, a evasão escolar.   Com o desenvolvimento deste mantemos o acesso a elementos da cultura, promovendo a reflexão sobre os costumes, as tradições e o respeito a diversidade e as diferenças, além do estímulo da criatividade e da singularidade de cada um, o que contribuiu para uma socialização crítica dos envolvidos.  
RESULTADOS ALCANÇADOS:   Com o desenvolvimento do projeto em questão mantivemos o acesso a elementos da cultura, como a inserção das crianças e adolescentes na dança típica da Capoeira, o Maculelê, promovendo com esta ação a reflexão sobre os costumes, as tradições e o respeito a diversidade e as diferenças, além de estimular a criatividade e a singularidade de cada um, o que contribuiu para uma socialização crítica dos envolvidos.   Houve um aumento gradativo da participação dos responsáveis pelas crianças e adolescentes, público alvo deste projeto, nas palestras promovidas pela instituição.   Esta ação ultrapassa as paredes das salas de convivência pois observamos que as famílias reconhecem o projeto como uma oportunidade de aprender a aprender despertando nestes o desejo do reegresso na escola ou ainda a vontade de permanecer na escola e nas atividades oferecidas.  
DIFICULDADES ENCONTRADAS:   Nenhuma dificuldade.  
PROPOSTA PARA SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES:   Não se aplica.  

Oficina de Capoeira (16h por semana)

 
NOME DO SERVIÇO, PROGRAMA, PROJETO E BENEFÍCIO SOCIOASSISTENCIAL:   Garotada Ativa é Garotada Feliz (Serviço de Proteção Social Básica)
OBJETIVO (S):   Criar as condições para o atendimento diário e continuado de crianças, adolescentes e suas famílias, que vivem em situação de vulnerabilidade social, a fim de favorecer novas oportunidades de convivência familiar, comunitária e de desenvolvimento pessoal e social, possibilitando acessos a experiências e manifestações artísticas, culturais e de lazer.  
PÚBLICO-ALVO:   Crianças e adolescentes da comunidade São Miguel  
ABRANGÊNCIA TERRITORIAL:   Comunidade São Miguel e adjacência  
RECURSOS HUMANOS ENVOLVIDOS: Informar o número de profissionais, a função e o vínculo empregatício.   - Palestrante (serviço eventual – STDS); - Um oficineiro de Desenvolvimento Pessoal (serviço eventual – STDS); - Um oficineiro de Capoeira (serviço eventual – STDS).    
RECURSOS FINANCEIROS QUE FORAM UTILIZADOS: Descrever os recursos financeiros, especificando a origem do (s) recurso (s), o valor que foi utilizado e os gastos.   Recursos proveniente do termo de convênio 02/2015 com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado do Ceará (STDS)  
ATIVIDADES REALIZADAS:    
  • Oficina de Capoeira: Foi desenvolvido um espaço de atividade corporal ricamente preenchido por elementos culturais que teve como objetivo fazer com que os assistidos:
ü  Adquirissem maior consciência, disciplina e habilidades corporais; ü  Conhecessem a história da capoeira, sua origem; ü  Aprendessem movimentos e organização típicos da roda de capoeira; ü  Aprendessem canções e ritmos típicos.    
  • Oficina de desenvolvimento pessoal: tem como objetivo garantir um espaço de informação e reflexão de temáticas importantes para as crianças e os adolescentes.  Serão desenvolvidas dinâmicas de grupo e recursos variados como vídeos, exposições participadas, leitura de textos, dentre outros. Trabalharemos questões sobre drogas, sexualidade, inclusão e respeito às diferenças.
     
METAS PROGRAMADAS:   90 crianças/adolescentes METAS EXECUTADAS:   90 crianças/adolescentes  
FORMA DE PARTICIPAÇÃO DOS USUÁRIOS: A entidade deve descrever quais foram as estratégias utilizadas para favorecer a participação dos usuários, como no relatório de atividades deve conter como se deu a forma de participação dos usuários em todas as etapas do plano, como lista de frequência, fotografias, vídeos, relatório de planejamento ou reuniões em que constem a participação dos usuários.   O projeto foi realizado com base em uma metodologia participativa, eficiente e que acima de tudo coerente com os objetivos do projeto, a missão da entidade e com os valores da comunidade. Utilizamos recursos como linguagens lúdicas, com vistas a uma melhor qualidade nas ações, bem como vídeos e jogos.   Semanalmente foram desenvolvidas as seguintes oficinas:   ·         Oficina de Capoeira (16h por semana); ·         Oficina de desenvolvimento(16 horas por semana);   Quanto a meta proposta cumprimos 100%, atendendo 45 crianças no turno da manhã e 45 crianças no turno da tarde, com as atividades relacionadas acima.   Quanto às famílias, observamos que estas reconhecem a instituição e as atividades realizadas em convênio com esta secretaria uma oportunidade de trabalhar em grupo e de reconhecer-se enquanto agente ativo na própria comunidade.   Houve um aumento gradativo da participação dos responsáveis pelas crianças e adolescentes, público alvo deste projeto, nas palestras promovidas pela instituição.   Na palestra com os usuários foi desenvolvido os seguintes temas: Marginalidade Infanto Juvenil, Trabalho Infantil, Drogadição e prostituição. Estas palestras ocorreram nos meses de Agosto, Outubro e dezembro de 2015.   Verificou assiduidade tanto no projeto quanto na escola formal, reduziu-se, desta forma, a evasão escolar.   Com o desenvolvimento deste mantemos o acesso a elementos da cultura, promovendo a reflexão sobre os costumes, as tradições e o respeito a diversidade e as diferenças, além do estímulo da criatividade e da singularidade de cada um, o que contribuiu para uma socialização crítica dos envolvidos.  
RESULTADOS ALCANÇADOS:   Com o desenvolvimento do projeto em questão mantivemos o acesso a elementos da cultura, como a inserção das crianças e adolescentes na dança típica da Capoeira, o Maculelê, promovendo com esta ação a reflexão sobre os costumes, as tradições e o respeito a diversidade e as diferenças, além de estimular a criatividade e a singularidade de cada um, o que contribuiu para uma socialização crítica dos envolvidos.   Houve um aumento gradativo da participação dos responsáveis pelas crianças e adolescentes, público alvo deste projeto, nas palestras promovidas pela instituição.   Esta ação ultrapassa as paredes das salas de convivência pois observamos que as famílias reconhecem o projeto como uma oportunidade de aprender a aprender despertando nestes o desejo do reegresso na escola ou ainda a vontade de permanecer na escola e nas atividades oferecidas.  
DIFICULDADES ENCONTRADAS:   Nenhuma dificuldade.  
PROPOSTA PARA SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES:   Não se aplica.